Verdade ou mentira: Boatos sobre novo bloqueio de dinheiro em poupanças

por Não leve por trás
13 mar 2015 às 16:21
confisco de poupançaContas poupança do Banco do Brasil e da Caixa Econômica estariam correndo risco, segundo boatos!

Os rumores sobre um suposto novo confisco do governo federal envolvendo o dinheiro investido na caderneta de poupança tem assustado a população. Apesar de o Ministério da Fazenda negar todos os boatos sobre a possibilidade de bloqueio de recursos, muita gente tem procurado informações junto às instituições financeiras. Preocupados, correntistas têm ido às suas agências bancárias para sondar se a história é mesmo verídica. Supervisor de atendimento da agência do Banco do Brasil (BB) da Praça Saens Peña, na Tijuca, Daniel Duarte confirma a procura de clientes:

— Várias pessoas chegam aqui perguntando sobre o confisco. Eu oriento e explico que o governo já explicou que é apenas boato, mas algumas ficam desconfiadas. Não há casos de encerramento de conta por isso. Apenas dúvida mesmo — afirmou.

Correntista do Banco do Brasil, a estudante de medicina Alice dos Santos, de 22 anos, conta que teme um novo golpe, já que a mãe tem poupança no BB e a avó foi vítima de confisco do governo Fernando Collor:

— Minha avó perdeu tudo na época. Se acontecer de novo, nem sei. É o estado botando a arma na nossa cabeça.

Com duas contas-poupança, uma na Caixa Econômica Federal e outra no Itaú, a enfermeira Angelina Reis, de 40 anos, afirma que, na dúvida, é melhor transferir logo tudo para a conta do banco privado e evitar sustos.

— Em casa, não dá para guardar dinheiro — disse.

O supervisor Francisco de Assis, de 49 anos, já pensa em encerrar sua poupança na Caixa Econômica Federal:

2014-04-04_poupancudos-interna




Regrinhas dos comentários:
  • Para comentar, primeiro você precisa criar uma conta no Disqus.
  • Não admitimos racismo, homofobia ou qualquer tipo de discurso de ódio.
  • Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, e não refletem a opinião dos criador do site.
Sobre a mudança no sistema de comentários: Saber mais

Entre na sua conta