Agora que a olimpíada acabou: Voltando a realidade do Brasil !
Não leve por trás por Não leve por trás
24 set 2020 às 10:09
patifaria no brasil

Essa reflexão ai foi sinistra em meu compadre, até a próxima 😉

22 comentários. Comente também!

  • Seu comentário pode demorar alguns segundos para aparecer, devido ao cache do site.
  • Comentários com links, não são aprovados instantaneamente.
  • Avatar Fabio disse:

    E se não houvesse corrupção seria 200% maior e a inflação 50% menor. Mas o brasileiro prefere beber pinga e brigar por qual time é melhor na hora de votar.

    • Avatar Douglas disse:

      A conta foi feita sem ter base e o declarante está mal informado.
      O INSS é de 20% sobre o salário e não os 30% mencionados, a alíquota é variável entre 9 a 11% entre empregadores e empregados de acordo com o salário.
      O FGTS é de 1/12 referente ao salário e rende 0,3% ao mês.
      O décimo terceiro foi incluído na soma sem considerar que, ora bolas, o cara pega a porra do dinheiro no fim do ano.
      Todos os valores retornam para o empregado.
      E se não fosse os sindicatos, sem dúvida esse montante não seria destinado ao empregado.

  • Avatar zezim disse:

    E o legal é que boa parte dos empresários não pagam esses tributos para o estado e não repassam para os trabalhadores., Ladrão roubando ladrão kkkk

  • Avatar Puticho disse:

    Não se esqueça que ainda há os encargos sobre a folha, que no final, pode ultrapassar os 70% do salário base.
    A real é que se nada disso existisse, o salário seria em média 110% maior.

  • Avatar Patrick Lamarte disse:

    O Brasil é um “país” de esquerda, então os impostos tem que ser muito altos para sustentar quem não produz nada. O resultado disso ? Só olhar na janela: pobreza, vagabundagem e criminalidade. Quer melhorar o Brasil ? Quebre um esquerdista na porrada. Essa “gente” não presta sequer pra adubo.

  • Avatar Sabio disse:

    Com certeza se não tivesse esses benefícios, no salário que não seria integrado, acredito que ficaria com os empresários mesmos.

    • Avatar Tirulipa disse:

      Finalmente alguém com uma visão correta do cenário

    • Avatar KidBenga disse:

      Cirúrgico.

    • Avatar PYRS_TV disse:

      E qual é o problema disso?
      Se o que iria para o Estado ficasse com o empreendedor (o que é legitimo), mesmo se ele não revertesse isso em salario, poderia reverter em investimentos, contratação de mais funcionários, ate mesmo se ele gastar o dinheiro com ele mesmo ele vai estar ajudando pois estará girando a economia, diferente do estado que ao cobrar impostos está na verdade destruindo a economia.

      • Avatar Anônimo disse:

        E o que aconteceria quando o trabalhador, por um motivo de saúde, não pudesse trabalhar?
        Vi uma notícia recente de um pintor nos EUA que, por levar um tiro na perna, além de ter sido mandado embora de seus dois empregos (vez que a bala continua alojada em sua perna, o que o impede de trabalhar), não tem condições financeiras de arcar com os custos hospitalares e pedi uma vaquinha online.
        Ao menos aqui no Brasil nós temos um sistema público de saúde que, bom ou ruim, ainda podemos contar com ele para algumas emergências.
        Além disso, temos também o INSS que, mesmo sendo horrível, ainda assim “salva” muitas pessoas que não têm condições de trabalhar após sofrerem um acidente, por exemplo.

  • Avatar Pobre de direita é bicho burro disse:

    A relação com o 13° nada a ver. Burro.
    FGTS é para quando o trabalhador se aposentar ter um fundo para receber. Não vai p o Estado, mas para o próprio trabalhador.
    INSS é usado para aposentadoria!!
    N é possivel q achem q essa grana vai p patrão ou p Estado. É proteção para o trabalhador.
    Se der um tiro no saco do Bolsonaro, acerta a boca do dono desse blog..pqp!

  • Avatar Ether disse:

    Concordo que tem muita merda no direito trabalhista. Mas o 13th não tem nada a ver. Aliás, pra quem tem empresa é até bom, já que é um salário parcelado que vc paga só no final do ano se quiser.

  • Avatar JUMENTO disse:

    Só tem anta aqui… não é possível …
    Empresário paga 110% sobre cada funcionário de imposto.
    FGTS quem paga é a empresa e não o funcionário.
    O funcionário pagam somente o INSS. Se não existisse os BR quando fossem velhos estariam 100% na miséria, pois não tem 1% de educação financeira para guardar para a velhice, sem contar que a maioria não teriam condições de guardar.
    13 é só uma compensação pelas horas quebradas, ele não é brinde… ele foi inventado para vocês pagarem os impostos de inicio de ano.

    O certo era não ter partido ou lado, mas os caras não cansam de mamar nas bolas de politico … chuta as bolas de um e quebra os dentes dos baba ovo.

  • Avatar Jose disse:

    Não é possível que o cara ache que esse dinheiro vai para o funcionário…

    É o cara que sai uma noite com gp e acha que se ela tivesse conhecido ele antes, ela nunca teria entrado na profissão.

  • Avatar Tirulipa disse:

    Já parou pra pensar que se não existissem essas coisas o lucro do patrão sobre o salário do funcionário seria 46% maior?

  • Avatar miguelito disse:

    Incrível como tem gente que defende o sistema que mais fode do que ajuda, e os impostos cobrados para educação, infraestrutura, alimentação e para cobrança das horas trabalhadas da sua mãe, aquela gorda britadeira que trabalha 24h por dia, subindo e descendo, sem descanso .

  • Avatar Augusto Pinochet disse:

    Nem 5 por cento da população tem esse intelecto de raciocinar assim, nem por isso o estado tem que abandonar elas, também defendo estado mínimo, mas ser ancap na minha opinião é o mesmo que ser apático.

  • Avatar Zozó disse:

    Ah sim. O patronato sem essa obrigação iria incluir de bom grado o excedente no salário. Certeza que iria. Ou isso, ou absorvê-lo e continuar pagando o salário-base pro empregado… Mas não, maldade minha pensar isso.

  • Avatar Monk_Dexter disse:

    Nossa gente, tô muito xapado de droga maconha, não sei pq vim ver os comentários, acho que iria comentar algo, mas não me lembro. Carai.

Entre na sua conta